Enquanto a maior parte dos gaúchos, catarinenses e vizinhos: uruguaios e argentinos, já celebram a chegada das temperaturas medias diárias abaixo de 20 graus centígrados, os índices de pluviosidade na região continuam abaixo das médias para o período em relação aos anos anteriores. O quadro de estiagem tem seu ponto crítico nos níveis de água dos mananciais da região. Grandes cidades da fronteira Sul como Bagé já sofrem o racionamento de águas. Se o volume de água disponível ao tratamento já é um problema, com a diminuição do volume a concentração dos nutrientes nas águas aumentam. Esta disponibilidade principalmente de nitrogênio e fósforo nas águas contribuem para o ressurgimento das florações de cianobactérias que haviam acontecido durante os meses do verão 2005/2006. No caso da foto no manancial de Santa Bárbara, Pelotas, RS tirada no dia 10 de maio de 2006 aparece uma grande margem exposta onde houvera uma profunda lâmina de água A nata verde na margem tem além de outras cianobactérias, exemplares do gênero Anabaena. Mudanças climáticas fortes com ventos e muitas chuvas serão necessárias para eliminar estas altas concentrações de cianobactérias nestes mananciais.